Cristãos oram em frente a clínicas de aborto e 49 mães desistem

blackbaby13.png
Mobilização faz parte da Campanha 40 Dias Pela Vida

por Jarbas Aragão

Cristãos oram e 49 mães desistem do aborto

A campanha 40 Dias pela Vida reúne voluntários cristãos em várias partes do mundo. Este ano, ela teve início dia 10 de fevereiro e vai até 20 de março. Seu site oficial traz vários relatos das atividades do movimento que une católicos e evangélicos contrários ao aborto.

Lançada em 2007, a campanha mobiliza anualmente pessoas em várias cidades nos Estados Unidos e Canadá. Já possui uma “versão local” em vários outros países onde o aborto é legalizado.

Como fazem todo ano, os voluntários foram para frente de clínicas de aborto locais. Ofereceram panfletos com informações e se dispuseram a orar pelas mulheres que estavam entrado no local desejosas de interromper a gravidez. Uma parte da equipe fica em jejum e intercessão em suas igrejas.

O site LifeNews.com relata que, por causa das orações, até agora 49 mães decidiram no último momento salvar a vida dos filhos que esperavam.

Uma das voluntárias chama-se Michelle. Ela vive em Montgomery, Alabama. Conta que na sua cidade os voluntários conversaram com uma mulher, deram um panfleto e ofereceram ajuda. Disse também que gostariam de orar com ela.

A mulher chegou a entrar na clínica, mas logo em seguida saiu, pedindo para ser levada ao “Centro de recursos de gravidez”, que pertence a uma ONG cristã. Explicou que precisava de ajuda, pois seu marido não aprovaria sua decisão.

Chegando ao local, fez uma ecografia e viu pela primeira vez seu filho, que tinha cerca de oito semanas de idade. “Meu bebê tem braços e pernas!”, exclamou ela aos prantos. Esse é apenas um dos testemunhos da campanha deste ano.

Melody, que trabalhou na cidade de Edmonton, no Canadá, relata sua experiência. “Nós oramos com toda nossa força. Não podemos mudar o coração das pessoas nem fazer as coisas acontecerem do nosso jeito. É Deus quem faz. Obrigado, Deus Todo-Poderoso, por nos ouvir!”.

Ela é uma das coordenadoras da vigília de oração realizada na cidade. Afirma que eles irão continuar orando para que as mulheres rejeitem o aborto e as clínicas fechem. Segundo os organizadores, desde 2007 até agora 66 locais que oferecem aborto legalizado nos EUA e Canadá foram fechados após as campanhas de oração.

Fonte: Gospelprime

Anúncios

Sobre Anderson Cássio de Oliveira

Líder do ministério Missão Com Cristo, avivalista apologético, trabalha principalmente com ensino, discipulado e serviço cristão, voltados a levar a Igreja do Senhor a um avivamento genuíno (com base nas Escrituras). Administrador do blog de missões - Chamado para as Nações.
Esse post foi publicado em Notícias Missionárias (NM). Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s