Desafiando a morte – Paquistão é o oitavo país mais perseguidor aos cristãos

pasquistao

“São ministros de Cristo? (falo como fora de mim) eu ainda mais: em trabalhos, muito mais; em açoites, mais do que eles; em prisões, muito mais; em perigo de morte, muitas vezes.” (II Coríntios 11:23)

Em 2013, o Paquistão viveu o pior ataque de perseguição aos cristãos desde a sua fundação em 1947, quando 89 cristãos foram mortos por dois homens-bomba do lado de fora de uma igreja em Peshawar
O país passou da 14ª para a 8ª posição da lista, que classifica as nações de acordo com o grau de intolerância aos cristãos, também em função do aumento da pressão exercida contra os cristãos na sociedade paquistanesa. Uma eleição durante o período analisado pela Portas Abertas Internacional para determinar a Classificação de 2014, mostrou que candidatos políticos proeminentes e, posteriormente eleitos, cortejaram abertamente grupos extremistas talibãs, encorajando-os a aumentar substancialmente a hostilidade sobre a minoria cristã.
Cristãos no Paquistão enfrentam um alto nível de pressão em todos os aspectos de suas vidas. A desconfiança e o preconceito contra eles são constantes e é sempre um perigo manter materiais cristãos em suas residências, pois alegações de blasfêmia podem ser levantadas a qualquer momento. Essas alegações surgem frequentemente como acerto de contas pessoais, mas que, obviamente, levam cristãos a agirem com extrema cautela. Ex-muçulmanos enfrentam uma pressão ainda maior, além do monitoramento dos familiares e vizinhos.

Tirar o passaporte e sair do país é um enorme desafio. A polícia e outros oficiais estão sempre se intrometendo nos negócios e nas reuniões dos cristãos. A lei considera crime a prática da evangelização e, em casos mais extremos, a conversão.

De acordo com a lei antiblasfêmia no Paquistão, ações ou palavras que difamem o islamismo ou itens relacionados a ele — como o profeta Maomé ou o livro sagrado Alcorão — podem ser punidas com a morte. Se isso já não fosse difícil o bastante, o cristão acusado ainda conta com um agravante: perante o tribunal, a palavra de um muçulmano tem o dobro de peso. Ou seja, para refutar a acusação de um muçulmano é preciso do depoimento de dois cristãos.

Mesmo diante dessa situação, os cristãos perseveram firmes em sua fé. A perseguição não é motivo para que eles odeiem seus perseguidores, mas sim, para que eles intercedam pela salvação deles. Ajude-nos a encorajar a Igreja a ser luz em meio às trevas.

Fonte: Missão Portas Abertas

OBS: Um desses cristãos corajosos podemos citar o Pr Max Dowel. MAX DOWEL, brasileiro, casado com a Missionária norte-americana Laura Jean, reside nos Estados Unidos. É pastor, filiado à CGADB (Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil), escritor e conferencista. Atravessando fronteiras geográficas, culturais e étnicas já ministrou a Palavra de Deus em várias partes do mundo. Seu desejo é ganhar almas, edificar o Corpo de Cristo e glorificar a Deus. Suas mensagens simples e inspiradas são seguidas da poderosa manifestação do Espírito Santo, levantando o caído, fortalecendo o fraco e restaurando vidas. Em mais de vinte anos de ministério, este humilde servo, tem sido uma voz profética para as nações. Com seu estilo dinâmico e ousado, estimula-nos a termos o Caráter de Cristo, encoraja-nos a sermos os homens e as mulheres que o Eterno criou-nos para ser e lembra-nos da importância de sermos OHEV ISRAEL (amantes de Israel).

max and laura small
Pr Max Dowel e esposa

Veja a cruzada evangelística no Paquistão

Quer ajudar este ministério deposite:

Banco Itaú AG: 1529 CC: 51716-9
Ministério Restaurando a Família (CNPJ/MF: 08.356.501/0001-17)

Anúncios

Sobre Anderson Cássio de Oliveira

Líder do ministério Missão Com Cristo, avivalista apologético, trabalha principalmente com ensino, discipulado e serviço cristão, voltados a levar a Igreja do Senhor a um avivamento genuíno (com base nas Escrituras). Administrador do blog de missões - Chamado para as Nações.
Esse post foi publicado em Notícias Missionárias (NM) e marcado . Guardar link permanente.

Uma resposta para Desafiando a morte – Paquistão é o oitavo país mais perseguidor aos cristãos

  1. Saulo disse:

    Deus te abençoe profeta!
    Este homem de Deus teve aqui em casa, na saloméa, Bahia.
    Um homem que nos leva pra adoração verdadeira a Deus em Cristo Jesus.
    Restaurando o evangelho corrompido!
    Sejamos seguidores de Jesus Cristo!
    Allahu akbar = Deus grandioso.
    Breve Jesus vem!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s